O que é Marketing de Atração

O Marketing de Atração é um conceito que se tornou famoso nos países de língua portuguesa graças a Sílvio Fortunato, fundador do Magnet System.

Na verdade, o Silvio não inventou o conceito, ele aprendeu a estratégia nos Estados Unidos, e trouxe até nós através de seus cursos e e-books.

O grande fundamento do Marketing de Atração é fazer com que, ao invés de ir atrás de clientes, fazer com que eles venham até nós. Para isso, devemos implantar 4 etapas em nossa estratégia:

– Pesquisa de Mercado

– Conteúdo Grátis

– Amizade / Contato pessoal com seu público alvo

– Colocar o seu produto como solução dos problemas

Vamos falar um pouco sobre cada uma delas.

Marketing de Atração

PESQUISA DE MERCADO

A pesquisa de mercado é um ponto ignorado por grande parte dos empreendedores, independentemente se trabalham com negócios online ou convencionais. Mal sabem o erro que estão cometendo, pois sem uma boa pesquisa de mercado é impossível cumprir os passos que veremos a seguir.

Uma pessoa que começa um negócio precisa ter um produto ou serviço a oferecer. Na internet é possível vender produtos sem ter o trabalho de cria-los (usando programas de afiliados), mas de qualquer forma é necessário vender alguma coisa para ganhar dinheiro. O ponto inicial para vender um produto é descobrir quem precisa dele, quem é o público-alvo. Essa é a função da pesquisa de mercado. Começar um negócio sem uma pesquisa de mercado é o mesmo que entrar numa competição de tiro ao alvo com os olhos vendados.

Você deve conhecer o seu produto, descobrir quem poderia se beneficiar com seu uso, definir os problemas que ele resolve, saber como ele é pesquisado, descobrir os locais frequentados pelos possíveis clientes (na internet podem ser sites, redes sociais, blogs, etc.), enfim, você deve pesquisar o máximo sobre seu produto e seu mercado.

CONTEÚDO GRÁTIS

Você pode estar se perguntando por que deve criar um material grátis quando poderia estar cobrando por ele, não é mesmo? O material grátis serve como isca, e você vai se beneficiar com ele de duas formas: atraindo seu público-alvo e se mostrando como um especialista no seu nicho de mercado.

As pessoas gostam de coisas grátis, eu sou assim e, provavelmente, você também é. Criando um material gratuito e com informações de valor, as pessoas vão conhecer o seu trabalho e perceber que você sabe do que está falando.

O material criado deve ser totalmente direcionado ao seu público-alvo, e o principal, resolver os problemas que seu nicho de mercado costuma encontrar. Essa é a importância da pesquisa de mercado. Como você poderia produzir algum conteúdo que resolva problemas sem saber quais problemas seu público-alvo enfrenta?

Para exemplificar essa etapa, pense em um corretor de imóveis. O seu objetivo é vender imóveis. Ele faz uma pesquisa e descobre que as pessoas estão buscando imóveis com potencial de valorização. Como ele poderia atrair essas pessoas a ele? No modo off-line, o corretor poderia criar uma palestra gratuita explicando como escolher um bom imóvel, revelar as regiões que estão se valorizando, etc. No modo online, ele poderia criar um blog ou canal no Youtube, e explicar as mesmas coisas.

A diferença entre ambos é que no modo off-line o corretor teria que realizar uma palestra sempre que precisasse de novos clientes. No modo online o conteúdo poderia ser criado apenas uma vez, e o único trabalho seria a divulgação. Porém, o modo off-line costuma criar melhores relacionamentos entre as pessoas, pois nada é mais persuasivo que o contato pessoal. O ideal é trabalhar das duas formas.

Outro ponto importante é capturar os contatos dos prospectos. No modo off-line, os participantes da palestra poderiam preencher algum tipo de formulário, onde deveriam informar o nome, e-mail, telefone, endereço, etc.

Dessa forma, criando um bom conteúdo oferecido gratuitamente, o corretor conseguiria atrair várias pessoas (Marketing de Atração) interessadas em seu produto, podendo passar para a próxima etapa…

A AMIZADE / CONTATO COM SEU PÚBLICO ALVO

Agora que os contatos já vieram até você, é hora de criar relacionamentos. As pessoas costumam comprar de quem gostam e confiam, por isso é importante o contato amigável com os prospectos. É importante lembrar que você ainda não deve vender nada.

Vamos usar os exemplos para retratar essa etapa.

No final da palestra, o corretor recolhe os formulários de inscrição com os contatos dos participantes. No dia seguinte, ele entra em contato via telefone ou e-mail (de preferência por telefone) e fala algo do tipo: “Olá, eu sou o fulano de tal, corretor da palestra de ontem, tudo bem? Então, só liguei para perguntar se você ficou com alguma dúvida, e saber se eu poderia ajuda-lo de alguma outra forma?!”. Quanto ao modo de trabalho online, após a inscrição dos contatos em sua página de captura o corretor poderia entrar em contato da mesma forma.

Dessa forma, os prospectos vão perceber que realmente podem contar com ele. Muitos vão passar a gostar e confiar no corretor.

Existe apenas um segredo nessa etapa: ouvir! Tudo que você tem que fazer é entrar em contato e questionar por dúvidas e saber como poderia ajudar, enfim, se deixar a disposição. Depois, feche a boca! Escute o que o prospecto tem a dizer. Essa conversa costuma ser muito reveladora, pois é nesse momento que o contato expõe as suas dúvidas e dificuldades.

Quando o corretor descobrir exatamente o que o prospecto precisa e sentir que o mesmo já confia nele, é o momento certo de colocar a quarta e última parte do plano em prática…

COLOCAR O SEU PRODUTO COMO SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS

Agora o corretor já tem a atenção de seu prospecto, já sabe do que ele precisa e já ganhou a sua confiança. Tudo que ele tem a fazer é mostrar o seu produto como solução do problema. Vamos imaginar que o prospecto precisa de um imóvel localizado em uma região de fácil acesso, com bom potencial de valorização e com duas vagas de garagem. O corretor pesquisa em sua lista de imóveis disponíveis e resolve o problema: “Tenho um imóvel com essas características no endereço x, ele atende suas necessidades, pois como vimos na palestra ele possui tais características, e o preço é y”. Com quem você acha que o cliente comprará o imóvel: com o corretor que queria empurrar qualquer coisa ou com o que usou o marketing de atração? É fácil de responder, não é mesmo.

Concluindo, acredito que o marketing de atração pode ser usado em qualquer tipo de negócio, dentro ou fora da internet. Desde que conheci o conceito fiquei muito entusiasmado, e pretendo usá-lo em alguns projetos que tenho em mente. Na minha opinião, é a melhor forma de vender qualquer coisa.

E VOCÊ?

Já usou o marketing de atração?

Esse artigo merece quantas estrelas?


1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 Estrelas (Seja o primeiro a votar)
Loading...


Gostou? Então Deixe Seu Comentário Abaixo :-)

4 Comentários! Comente você também!

  1. Eu conheço bem é muito bom e muito útil. É uma verdadeira comunidade.

    • Elias #

      Olá Alexandre.
      Obrigado por comentar.
      Acho que você está falando do Magnet System, com certeza é uma grande comunidade que usa o Marketing de Atração.
      Abraços

  2. Realmente, é uma ferramenta muito útil!
    Quanto mais as pessoas se influenciam pelo desenvolvimento tecnológico, mais sofrem a carência de não se sentirem próximas, amigas de determinado alguém. O marketing de atração é o uso dessa carência a favor da publicidade. Aproximar-se do cliente, fazê-lo sentir-se útil e participante do processo é fundamental para que ele se sinta confortável na relação consumidor-empresa.
    Parabéns pelo post!